Líder estudantil chilena diz que ideias valem mais que sua beleza

No Brasil, rosto bonito do movimento estudantil latino-americano, Camila Vallejo diz vencer a batalha das ideias

Severino Motta, iG Brasília |

Visitando o Brasil para participar da Marcha pela Educação da União Nacional dos Estudantes (Une), a líder estudantil chilena Camila Vallejo , conhecida internacionalmente por sua beleza, disse ao iG que são as ideias que estão mobilizando a população de seu país a lutar pela gratuidade das universidades e melhoria do ensino há três meses . “Se está ganhando a batalha das ideias, isso é o importante.”

A líder, que na semana passada participou com outros estudantes e entidades sindicais chilenas em uma greve geral de dois dias - que terminou com 1,4 mil detidos, 200 feridos e um adolescente morto -, desconsidera a ideia de que sua imagem foi um impulso para chamar a atenção da opinião pública, afirmando que as pessoas têm consciência política. “Seria desprestigiar as pessoas dizer que foi só por causa de um chamado de imagem.”

No Brasil, a estudante deve se reunir, nesta tarde, com a presidenta Dilma Rousseff. O encontro, conforme noticiou a imprensa chilena nesta quarta-feira, acontece antes mesmo da primeira reunião oficial entre Dilma e o presidente do Chile, Sebastián Piñera.

    Leia tudo sobre: chileestudantespiñeraprotestoscamila vallejo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG