Por Michael Georgy

ISLAMABAD (Reuters) - O líder do Taliban paquistanês, Hakimullah Mehsud, dado como morto em um ataque realizado em janeiro com uma aeronave não-tripulada norte-americana, apareceu em vídeos da Internet ameaçando os Estados Unidos.

" /

Por Michael Georgy

ISLAMABAD (Reuters) - O líder do Taliban paquistanês, Hakimullah Mehsud, dado como morto em um ataque realizado em janeiro com uma aeronave não-tripulada norte-americana, apareceu em vídeos da Internet ameaçando os Estados Unidos.

" /

Líder do Taliban no Paquistão aparece vivo e faz ameaça aos EUA

Por Michael Georgy

ISLAMABAD (Reuters) - O líder do Taliban paquistanês, Hakimullah Mehsud, dado como morto em um ataque realizado em janeiro com uma aeronave não-tripulada norte-americana, apareceu em vídeos da Internet ameaçando os Estados Unidos.

Reuters |

Por Michael Georgy

ISLAMABAD (Reuters) - O líder do Taliban paquistanês, Hakimullah Mehsud, dado como morto em um ataque realizado em janeiro com uma aeronave não-tripulada norte-americana, apareceu em vídeos da Internet ameaçando os Estados Unidos.

O Tehrik-e-Taliban Pakistan (TTP), o Movimento Taliban do Paquistão, tem se concentrado em combater o governo paquistanês e até agora não se provou capaz de executar operações no exterior.

Apesar disso, a possibilidade de o TTP ter aspirações globais pode ser preocupante para Washington por causa dos laços do grupo com a Al Qaeda, que executou os ataques de 11 de setembro de 2001 nos EUA e tem bases ao longo da fronteira entre Paquistão e Afeganistão.

As advertências foram postas na Internet no domingo, pouco depois de o TTP ter assumido a autoria por um ataque frustrado com carro-bomba na Times Square, de Nova York, na noite de sábado.

"Está muito próximo do momento quando nossos Fedayeen (combatentes preparados para se sacrificar) atacarão os Estados americanos em suas principais cidades", advertiu Mehsud, que disse que o vídeo foi gravado em 4 de abril.

"Nossos Fedayeen entraram na América terrorista. Daremos golpes extremamente dolorosos na América fanática."

O comissário de polícia de Nova York, Raymond Kelly, disse que não havia "evidência" que comprovasse a reivindicação do Taliban. A polícia encontrou uma bomba, desativada na noite de sábado, num veículo utilitário esportivo numa área repleta de turistas e de frequentadores de teatro.

O TTP permanece desafiador apesar de uma série de ofensivas do Exército paquistanês no noroeste, mantendo os atentados suicidas que suscitaram questões sobre a estabilidade no Paquistão. O governo de Islamabad é aliado dos EUA e fundamental para ajudar a estabilizar o Afeganistão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG