solução política ao Governo - Mundo - iG" /

Líder do Sendero Luminoso pede solução política ao Governo

Lima - O Camarada Artemio, o líder máximo ainda em liberdade dos remanescentes do grupo terrorista Sendero Luminoso, pediu hoje ao governo do Peru que concorde com uma solução política para pôr fim à luta armada.

EFE |

Segundo a imprensa local, "Artemio" entrou em contato com uma emissora de rádio da localidade selvática de Aucayacu, a cerca de 600 quilômetros de Lima, para assegurar que seus comandados continuarão com suas ações enquanto forem perseguidos pela Polícia.

"Nós seguiremos firmes na luta por uma solução política. Não queremos matar policiais, mas eles assassinam meus homens, e isso gera uma resposta", enfatizou o líder terrorista.

"Artemio", cuja identidade não é conhecida, reiterou que seus comandados querem "uma solução política", e acusou as forças de segurança de cometer "uma infinidade de injustiças".

Identificado por alguns como Alberto Cerrón Cardoso e por outros como Gabriel Macario Alá, o líder se desloca pela selva central peruana aparentemente à frente de cem membros dos remanescentes do Sendero Luminoso.

"Nós somos revolucionários que exigem Justiça. O país precisa encontrar sua paz social definitiva, mas eles (o Governo) nos querem mortos. Não ficaremos com os braços cruzados esperando que nos matem", acrescentou.

Segundo "Artemio", a Polícia que combate seus comandados capturou e torturou "pessoas inocentes" nas cercanias de Aucayacu e na localidade de Magdalena.

"Como não conseguem me capturar ou me matar, eles buscam pessoas que podem ser das fileiras do Sendero Luminoso", assegurou.

    Leia tudo sobre: peru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG