Líder do Hamas pede nova Intifada contra Israel após ataques

DAMASCO - O líder máximo do grupo palestino Hamas, Khaled Mashaal, convocou hoje seus seguidores para uma nova Intifada contra Israel após os ataques em Gaza, que deixaram pelo menos 208 mortos nas últimas horas.

Redação com agências internacionais |


Em sua convocação, feita em entrevista exibida pela rede de televisão catariana "Al Jazira", Mashaal expressou a necessidade de responder "duramente" aos ataques das últimas horas contra Gaza, e desejou que Israel sinta na carne o sofrimento dos palestinos. O líder do Hamas vive exilado em Damasco.

A Primeira Intifada ocorreu entre 1987 e 1993 e a Segunda foi lançada em setembro de 2000.

Chefe do Hamas em Gaza

O chefe de governo do Hamas na Faixa de Gaza, Ismail Haniyeh, acusou Israel de ter cometido seu "mais horrível e feio massacre contra o povo palestino". Haniyeh afirmou que os ataques israelenses não vão dobrar o movimento palestino, mesmo que "se destrua" o território.

Reuters/Suhaib Salem
Base policial do Hamas destruída após bombardeio de Israel, em Gaza

Haniyeh fez as declarações na noite deste sábado na rede de televisão "Alaqsa", controlada pelo movimento islâmico, após passar o dia todo escondido, assim como outros líderes do Hamas, que temem ser atacados pelo Exército israelense. "O povo palestino nunca tinha assistido a um massacre tão horrível e feio como este", disse Haniyeh.

Esta foi a operação militar israelense mais violenta contra os palestinos em um só dia desde a Guerra dos Seis Dias, de 1967, segundo Muawiya Hassanein, chefe dos serviços médicos de Gaza.

Leia mais sobre: Faixa de Gaza

    Leia tudo sobre: ataquebombafaixa de gazagazaintifadaisraelpalestinapalestinos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG