Líder do Hamas afirma vontade de diálogo com presidente palestino

O líder no exílio do Hamas, Jaled Mechaal, declarou nesta segunda-feira a vontade do grupo islamita de estabelecer um diálogo com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, durante uma reunião com o ministro sírio de Relações Exteriores, Walid Muallem, citado pela agência oficial Sana.

AFP |

A entrevista entre Muallem e Mechaal tratou sobre "a convocação feita pelo presidente Abbas em favor de uma retomada do diálogo com o Hamas, que a aceitou com base de uma iniciativa" do Iêmen, que até agora não foi aplicada devido a divergências de interpretação, disse a agência síria.

Mechaal, que está no exílio em Damasco, "saudou o apoio dado pela Síria à causa palestina e afirmou a disposição do Hamas em se comprometer no diálogo para conseguir a reconciliação (com o movimento Fatah de Abbas) e preservar os direitos naturais e legítimos do povo palestino".

A Síria parabenizou na quinta-feira a iniciativa de Abbas e declarou sua disposição - no papel de país presidente da última cúpula árabe - em "ajudar a estabelecer o diálogo e fazer com que dê resultados".

O Hamas venceu as eleições legislativas de janeiro de 2006. Após 16 meses de difícil coabitação no poder com o movimento Fatah, os islamitas tomaram o controle da Faixa de Gaza e expulsaram os serviços de segurança do presidente palestino.

rm/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG