Líder dissidente chinês será julgado na quarta-feira

O líder dissidente chinês Liu Xiaobo será julgado na quarta-feira por acusações de subversão, informou sua esposa, mais de um ano depois da prisão pela publicação de um pedido por democracia.

AFP |

"Será julgado na quarta-feira. Não tenho nenhuma esperança. Nem posso assistir o julgamento", declarou Liu Xia à AFP por telefone.

Liu Xiaobo, escritor e ex-professor de 53 anos - detido após o movimento democrático da Praça da Paz Celestial (Tiananmen) em 1989 - foi preso novamente em 8 de dezembro de 2008, uma semana depois da publicação na internet da "Carta 08", para a qual contribuiu com um pedido de respeito aos direitos humanos e à liberdade de expressão.

O caso será julgado pelo tribunal intermediário número um de Pequim, informou na semana passada a rede China Human Rights Defenders (CHRD).

A organização afirmou ainda que os advogados de Liu não tiveram acesso ao cliente depois do indiciamento.

mbx/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG