Líder democrata governador do Illinois sobre vaga de Obama

Washington, 3 jan (EFE).- O líder democrata no Senado, Harry Reid, pressionou ao governador do Illinois, Rod Blagojevich, sobre a cadeira que deixou vaga o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, segundo a imprensa local.

EFE |

O jornal "Chicago Sun-Times" informa hoje em sua edição digital que no início de dezembro, dias antes de Blagojevich ser acusado de querer vender a cadeira de Obama ao melhor licitante, Reid o chamou para deixar claro quem não queria nesse posto: os congressistas Jesse Jackson, Jr. e Danny Davis, e o presidente do Senado de Illinois, Emil Jones.

Reid supostamente disse durante essa conversa que esses três candidatos teriam dificuldades para manter seu posto nas eleições legislativas de 2010.

Segundo o jornal, Reid defendeu a diretora estadual de Assuntos de Veteranos de Guerra, Tammy Duckworth, e a procurador-geral de Illinois, Lisa Madigan, ambas democratas, para o cargo.

Jim Manley, porta-voz de Reid, confirmou hoje à imprensa que o líder da maioria democrata no Senado chamou Blagojevich em 3 de dezembro para falar sobre a vaga de Obama.

Seis dias mais tarde, as autoridades detiveram o governador porque suspeita de vender a vaga.

Blagojevich desafiou na terça-feira o Partido Democrata e o próprio Obama ao dar a cadeira do presidente eleito, a Roland Burris, ex-procurador-geral do Illinois, de 71 anos. EFE tb/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG