Líder de protestos contra Governo tailandês se entrega à Polícia

Bangcoc, 18 mai (EFE).- Um dos principais líderes dos recentes protestos contra o Governo tailandês, Jatuporn Promphan, se entregou hoje à Polícia, que o procurava por incitação à violência e à desordem.

EFE |

Promphan se apresentou voluntariamente numa delegacia de Bangcoc, e, após prestar depoimento, foi liberado com a condição de que volte ao mesmo local na próxima segunda-feira.

Deputado do Puea Thai, partido que busca devolver o ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra ao poder, Promphan afirmou em 12 de abril que o estado de direito havia deixado de vigorar na Tailândia e que a população deveria derrubar o Governo.

Nesse mesmo dia, o primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva, do Partido Democrata, decretou estado de emergência em Bangcoc e em cinco províncias vizinhas, com o intuito de conter as mobilizações contra o Governo.

No dia 14, controlados os protestos, um tribunal da capital emitiu ordens de detenção contra Shinawatra, Promphan e outros 11 líderes da Frente Unida para a Democracia e contra a Ditadura, a plataforma que defende o retorno do ex-premiê ao Executivos.

Do grupo de procurados pela Polícia, faltam ser detidos Shinawatra, que vive no exílio e foi condenado a dois anos de prisão por corrupção, e o ex-ministro Jakrapob Penkair. EFE grc/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG