Líder de grupo armado morre e 8 pessoas ficam feridas no Iraque

Bagdá, 27 set (EFE).- Um suposto líder de um grupo armado morreu e outras oito pessoas ficaram feridas hoje em um confronto e um atentado no Iraque, informaram fontes do Ministério do Interior iraquiano.

EFE |

Segundo as fontes mencionadas, o chefe de um grupo armado de etnia curda morreu em um enfrentamento com policiais em um restaurante da localidade de Tuz Khurmatu, na província iraquiana de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá.

O confronto aconteceu depois que o líder e quatro membros de seu grupo atiraram contra as forças de segurança, que chegaram ao local para capturá-los por suposto envolvimento em assassinatos de funcionários do Governo e policiais.

Os quatro homens foram detidos após serem feridos, disseram as fontes, que lembraram que esse grupo armado assassinou poucos meses atrás um político de Salah ad-Din, que era membro do partido União Patriótica do Curdistão, liderado pelo presidente do Iraque, Jalal Talabani.

As mesmas fontes afirmaram que a operação aconteceu dentro das campanhas de segurança contra a resistência e os grupos armados que operam na província.

Além disso, quatro pessoas ficaram feridas em uma tentativa de assassinato de um oficial de Polícia próximo a um centro comercial no bairro de Al-Mansur, no oeste de Bagdá, segundo fontes de segurança.

As fontes disseram que o atentado foi realizado com uma bomba que explodiu perto da viatura onde estava o policial, e que o explosivo causou danos em vários estabelecimentos comerciais. EFE am/wr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG