MOSCOU (Reuters) - Cerca de 1.400 pessoas morreram devido à agressão georgiana contra a Ossétia do Sul, disse na sexta-feira o presidente da região separatista, citado pela agência de notícias Interfax. Cerca de 1.400 pessoas morreram. Nós vamos checar esses números, mas eles estão por volta disso. Nós temos essa informação com base nos relatos de parentes, disse Eduard Kokoity, segundo a agência Interfax.

(Por Conor Sweeney)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.