Líder da oposição pode ser condenado a morte

A polícia do Zimbábue indiciou o líder opositor Tendai Biti por quatro acusações, incluindo tentativa de subversão ao governo, que pode resultar em pena de morte, segundo uma cópia da ata recebida pelo tribunal e obtida pela AFP.

AFP |

Biti, secretário-geral do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), é acusado particularmente de "subverter um governo constitucional, como está contemplado no direito penal".

Além disso, é suspeito de "complô" para manipular os resultados das eleições gerais del 29 de março, de "publicação de notícias falsas" e "insultos ao presidente" do país.

A polícia não aceita a libertação sem pagamento de fiança de Biti, que foi detido na semana passada, por considerar que "o acusado enfrenta acusações graves que podem resultar na pena de morte".

gm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG