disposto a morrer por reformas - Mundo - iG" /

Líder da oposição no Irã diz estar disposto a morrer por reformas

O líder da oposição no Irã, Mir Hossein Mousavi, disse que não tem medo de morrer pela causa das reformas no país. Em comentário em seu website, o líder oposicionista também apresentou uma estratégia com cinco etapas para solucionar a crise surgida após as controvertidas eleições de junho.

BBC Brasil |

Mousavi disse que governo, Parlamento e Judiciário precisam aceitar "responsabilidade direta" pela situação.

Eles precisam criar uma "lei transparente" para eleições com credibilidade, libertar prisioneiros políticos, reconhecer a liberdade de imprensa e o direito do povo de se manifestar.

"Eu digo abertamente que até que se admita a existência de uma crise grave no país, não haverá possibilidade de resolver os problemas e as questões", disse o comentário colocado no site Kaleme.org.

Mousavi afirmou ainda que sua prisão ou morte, ou as de outros líderes oposicionistas, "não acalmariam a situação", e acrescentou: "Eu não tenho medo de morrer pelas exigências do povo."
Sobrinho
Esta foi a primeira declaração de Mousavi desde a morte de seu sobrinho, Seyed Ali Mousavi, e de pelo menos outros sete manifestantes em protestos contra o governo em 27 de dezembro, no dia do festival religioso xiita, Ashura.

Seyed tomou um tiro nas costas quando as forças de segurança abriram fogo contra uma multidão que realizava uma passeata na capital iraniana, Teerã, de acordo com o website do político. Mas a polícia nega que o sobrinho de Mousavi tenha sido baleado pela polícia.

Os corpos dos manifestantes foram "retidos" para testes forenses, de acordo com a mídia local. Isto impediu um sepultamento rápido, que é parte da tradição islâmica.

A família de Seyed disse que o corpo foi retirado do hospital sem permissão e acusou o governo de tentar impedir que o funeral desse ensejo a mais protestos. Websites da oposição dizem que o corpo foi devolvido à família com a condição de que o enterro fosse discreto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG