Líder da OLP morre de câncer em Amã

Amã, 3 ago (EFE).- Samir Goshe, membro do Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), morreu hoje num hospital da capital da Jordânia, aos 68 anos, vítima de um câncer, informaram fontes palestinas.

EFE |

As fontes, que não deram mais detalhes, acrescentaram que o líder palestino será enterrado na parte leste de Jerusalém, ocupada por Israel desde 1967.

Goshe era secretário-geral do grupo radical palestino Frente de Luta Popular, uma facção minoritária e com pouco peso político que se opôs aos Acordos de Oslo assinados entre Israel e a OLP em 1993.

Apesar da oposição a esse compromisso, o grupo não abandonou a OLP, nascida em 1964 e reconhecida pelos Estados árabes como única representante do povo palestino.

Goshe também era integrante do atual Governo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), liderado pelo primeiro-ministro Salam Fayyad. EFE am/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG