Líder da esquerda italiana renuncia após derrota em eleição

Roma, 14 abr (EFE).- O líder da Esquerda-Arco-Íris (EA) e presidente interino da Câmara dos Deputados, Fausto Bertinotti, anunciou hoje, após a derrota sofrida nas eleições, que renuncia como chefe desta coalizão, integrada pelo Partido Verde e por legendas comunistas.

EFE |

"É uma derrota (...) de proporções imprevistas", disse Bertinotti, de 68 anos, depois de tomar conhecimento de que a EA ficará de fora da Câmara dos Deputados e do Senado.

Segundo os números mais recentes do Ministério do Interior italiano, apurados 90% e 70% dos votos no Senado e na Câmara, a Esquerda-Arco-Írís têm pouco mais de 3% deles, menos que o necessário para ganhar representatividade no Parlamento.

"Meu papel na direção termina esta noite", disse Bertinotti em entrevista coletiva, na qual destacou a necessidade de a esquerda refletir.

"A construção de uma força de esquerda unida é a única perspectiva de esperança para o futuro", acrescentou o político, que não descartou participar deste processo, mas que excluiu totalmente a possibilidade de retomar seu papel de líder em um novo projeto.

Durante os dois anos do Governo de centro-esquerda de Romano Prodi, Bertinotti ocupou o cargo de presidente da Câmara dos Deputados, para o qual foi eleito em 29 de abril de 2006. EFE ebp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG