Líder da esquerda colombiana propõe denunciar Farc ao TPI

Bogotá, 11 set (EFE).- O senador colombiano Gustavo Petro, que busca ser o candidato da esquerda nas eleições presidenciais de 2010, propôs hoje que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) sejam denunciadas ao Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes de guerra.

EFE |

Segundo o senador disse à Agência Efe, as Farc torturam e, portanto, cometem crimes de guerra contra seus prisioneiros.

O legislador também falou das condições em que os guerrilheiros mantêm os dez reféns que, segundo provas recolhidas pelo Exército, aparecem com correntes no pescoço e mostram em seus semblantes os rigores do sequestro.

Petro propôs que uma comissão pluripartidária assuma a tarefa de denunciar as Farc ao TPI.

O TPI terá competência plena sobre a Colômbia a partir de novembro, quando vence uma ressalva de sete anos feita pelo Governo com o objetivo de facilitar um eventual processo de paz com a guerrilha. EFE jgh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG