Líder da Costa Rica quer que Obama siga com TLC com A.Central

San José, 7 nov (EFE).- O chefe de Estado da Costa Rica, Óscar Arias, espera que o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, mantenha intacto o Tratado de Livre-Comércio (TLC) assinado com a América Central, enquanto a oposição política costarriquenha pede uma renegociação.

EFE |

"Espero que o presidente eleito dos EUA deixe as coisas como estão, imagino que tem muitas coisas importantes para fazer, enfrentar problemas muito sérios não só para a economia de seu país, mas para o mundo inteiro", disse Arias em declarações publicadas hoje pelo diário "La Prensa Libre".

Sobre uma virtual renegociação do TLC, Arias comentou que "em vez de tirar vantagens", isso prejudicaria a América Central "porque neste campo os democratas são muito menos amplos".

Com a eleição de Obama como presidente dos EUA foi aberta novamente a discussão sobre uma renegociação na Costa Rica, onde o líder opositor Ottón Solís, assegura que os democratas americanos estão de acordo em "melhorar" alguns aspectos trabalhistas, de agricultura e remédios genéricos, entre outros.

A Costa Rica é o único país signatário onde o TLC não está em vigência devido a um atraso no ajuste de suas leis locais, mas espera-se que o acordo comercial entre em vigor antes do fim do ano ou no início de 2009. EFE dmm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG