Líder conservador reconhece vitória da esquerda na Islândia

Reykjavik, 26 abr (EFE).- O líder do Partido da Independência (conservador), Bjarni Benediktsson, reconheceu a vitória do bloco de esquerda da primeira-ministra, Jóhanna Sigurdardóttir, nas eleições legislativas islandesas deste sábado.

EFE |

Benediktsson admitiu que os eleitores de seu partido, legenda majoritária em todos os pleitos desde a independência da Islândia em 1944, não tinham respondido à sua tentativa de renovação após duas décadas no poder.

O bloco de esquerda obteve 53,1%, com 56% dos votos apurados, o que lhe outorgaria uma cômoda maioria absoluta com 34 das 63 cadeiras do Parlamento.

A Aliança Social-Democrata conseguiu 32,2%, contra 26,8% nas eleições de 2007, e seu aliado no Governo, o Movimento de Esquerda Verde, alcançou 20,9%.

Os social-democratas estão obtendo 21 cadeiras, 3 mais que há dois anos, enquanto os verdes estão ganhando 4, chegando a 13.

O conservador Partido da Independência, no poder nas últimas duas décadas, ficou com 23,4% e 15 cadeiras, 13,2 pontos percentuais e dez cadeiras menos.

O centrista Partido do Progresso alcançou 13,8%, com 9 cadeiras, duas a mais que em 2007.

O Movimento Cidadão, surgido há apenas alguns meses, alcançou 8% e 5 cadeiras, enquanto o Partido Liberal caiu quase 5 pontos para 2,4%, e perdeu os 4 deputados que tinha na anterior legislatura.

O afundamento dos conservadores reflete o voto de castigo dos eleitores contra o partido que com sua política neoliberal levou à crise que provocou o afundamento do setor bancário em outubro do ano passado e deixou o país à beira da quebra.

Os protestos populares contra o Governo conservador provocaram a queda do primeiro-ministro Geir Haarde em janeiro passado.

A renúncia de Haarde permitiu a formação de um Governo de minoria entre a Aliança e o Movimento de Esquerda Verde, respaldado de fora pelo Partido do Progresso, que dirigiu o país até estas eleições e que agora poderá continuar governando, porém sozinho. EFE alc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG