voto de confiança em eleições locais - Mundo - iG" /

Líder conservador britânico destaca voto de confiança em eleições locais

Londres, 2 mai (EFE).- O líder do Partido Conservador britânico, David Cameron, destacou hoje o voto de confiança da população nas eleições locais realizadas na quinta-feira na Inglaterra e em Gales.

EFE |

Cameron disse que este é "um grande momento" para os "tories", que receberam até agora 44% dos votos, contra 24% dos trabalhistas e 25% dos liberal-democratas.

"Acho que estes resultados não são só um voto contra (o primeiro-ministro do Reino Unido) Gordon Brown e seu Governo. Acho que se trata de um voto de confiança no Partido Conservador", afirmou.

"Acredito que este é um grande momento para o Partido Conservador, mas não quero que ninguém pense que merecemos vencer as eleições apenas por causa do fracasso de um Governo (trabalhista)", especificou.

"Quero que demonstremos que podemos conseguir as mudanças que o povo quer ver. Vamos nos dedicar a isso nos próximos meses", ressaltou.

À espera dos resultados definitivos, previstos para esta tarde, os trabalhistas de Gordon Brown tentam "digerir" a pior derrota em um pleito local desde os anos 60.

O revés eleitoral dos trabalhistas é similar ao sofrido pelo ex-primeiro-ministro conservador do Reino Unido John Major nas eleições locais de 1995, dois anos antes de ser derrotado pelo trabalhista Tony Blair nas gerais de maio de 1997.

Segundo uma projeção da "BBC", os resultados das eleições municipais de hoje dariam em um pleito geral uma maioria de 138 cadeiras na Câmara dos Comuns aos conservadores de David Cameron.

Para piorar a situação, os trabalhistas sofreram fortes perdas em zonas onde tradicionalmente tinham a maioria.

Segundo os observadores, os resultados refletem até certo ponto a indignação do eleitorado pelo recente aumento da carga fiscal, algo que muitos não esperavam de um Governo trabalhista.

"Acho que é preciso reconhecer que as eleições aconteceram em um contexto de preocupação das pessoas pelo estado da economia e o impacto que ela terá em sua vida diária", disse a ministra dos Esportes, Tessa Jowell.

Ninguém se atreve a fazer prognósticos sobre o resultado em Londres, onde o trabalhista Ken Livingstone, prefeito desde 2000, enfrentou o conservador Boris Johnson e o liberal-democrata Brian Paddick.

As pesquisas pré-eleitorais davam a Johnson uma certa vantagem sobre Livingstone. EFE vg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG