As relações entre homossexuais são comparáveis ao casamento aos olhos de Deus, disse o líder dos anglicanos, Rowan Williams, antes de ser nomeado Arcebispo de Canterbury, revelam nesta quinta-feira vários jornais britânicos.

Segundo The Times e The Daily Telegraph, Williams afirmou em uma carta, escrita entre 2000 e 2001, que as proibições bíblicas sobre a homossexualidade se dirigiam aos "heterossexuais em busca de variedades em sua experiência".

"Cheguei à conclusão de que uma ativa relação sexual entre duas pessoas do mesmo sexo pode refletir o amor de Deus de uma maneira comparável ao matrimônio, desde que haja o mesmo respeito e um pacto de absoluta fidelidade", escreveu Williams, segundo os jornais britânicos.

A carta foi escrita, aparentemente, para Deobrah Pitt, um psiquiatra e cristão evangélico, quando Williams ainda era Arcebispo de Gales.

Williams foi nomeado em 2002 Arcebispo de Canterbury, chefe da Igreja Anglicana da Inglaterra e líder dos 77 milhões de anglicanos no planeta.

Segundo os jornais, Williams escreveu que a Igreja "mudou sua posição em diversas questões, como sobre se é correto emprestar dinheiro a juros e a moralidade da anticoncepção, o que me leva a perguntar se este (a relação homossexual) é um dos temas".

psr/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.