O líbio preso pelo atentado de Lockerbie (Escócia), Abdelbaset Ali Mohamed al-Megrahi, retirou a segunda apelação contra sua condenação, anunciaram seus advogados nesta sexta-feira, um dia depois da imprensa britânica afirmar que ele será libertado em breve.

Os advogados de Al-Megrahi, condenado à prisão perpétua - com obrigação mínima de cumprimento de 27 anos - pelo atentado contra o voo da companhia PanAm que matou 270 pessoas em 1988 na cidade escocesa, apresentaram o pedido na quarta-feira em um tribunal de Edimburgo, anunciou o escritório Taylor & Kelly.

A corte não se pronunciou sobre a demanda.

Al-Megrahi, afetado por um câncer de próstata em fase terminal, também solicitou a liberdade por motivos humanitários. As autoridades de Trípoli pediram paralelamente sua transferência em maio, como parte de um novo acordo de cooperação judicial assinado entre Líbia e Grã-Bretanha.

ra/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.