Trípoli, 5 mar (EFE).- O Congresso Geral do Povo líbio (Parlamento com poder executivo) decidiu a supressão de sete ministérios do Governo, tal como tinha proposto o presidente Muammar Kadafi, para lutar contra a corrupção no país, informou hoje a imprensa oficial.

Os ministérios eliminados são os de Cultura e Informação, Indústria e Eletricidade, Educação Superior, Turismo, Juventude e Esporte, Planejamento e Trabalho.

Além disso, o Congresso do Povo aprovou a criação de um novo Ministério de Serviços Públicos, para o qual nomeou como novo ministro de Relações Exteriores de Moussa Kusa, que até agora dirigia os serviços de Informação e Segurança Exterior.

Kusa tem grande influência no Governo líbio e foi um dos políticos mais destacados na época do confronto da Líbia com Ocidente.

Abdulhafid Zlitni passa a ser ministro das Finanças e Planejamento, enquanto Shalgun se encarregará da representação da Líbia nas Nações Unidas. EFE fa/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.