Libertário Bob Barr anuncia candidatura à presidência dos EUA

O ex-congressista americano Bob Barr anunciou nesta segunda-feira que planeja concorrer nas eleições presidenciais de novembro pelo Partido Libertário, num movimento que poderia, segundo analistas, prejudicar o candidato republicano John McCain.

AFP |

"Meu nome é Bob Barr e eu sou candidato à presidência dos Estados Unidos da América", declarou o ex-parlamentar republicano, que teve um papel importante no processo frustrado de impeachment do ex-presidente Bill Clinton.

Barr explicou que que disputar as eleições porque não havia "neste momento ou em lugar nenhum no horizonte" um candidato que compreendesse os pricípios do conservadorismo fiscal e os princípios básicos sobre os quais os Estados Unidos foram fundados.

O ex-congressista pelo estado da Geórgia, que anunciou sua decisão em uma coletiva de imprensa, precisa antes vencer a disputa pela indicação do Partido Libertário antes de dar início à campanha.

Barr, de 59 anos, disse que não estava preocupado com eventuais danos à candidatura de McCain, principalmente entre os eleitores conservadores para quem apoiar o republicano já é um problema - eles o acham pouco conservador.

"Se o senador McCain não conseguir ganhar a presidência, será porque o senador McCain não apresentou, e também seu partido não apresentou, uma visão, uma agenda, uma plataforma ou mesmo uma série de programas que de fato soassem positivos junto ao povo americano", afirmou.

Bob Barr disse ainda que os gastos do governo americano estão fora de controle, e que as autoridades federais assumiram poderes não previstos pela Constituição. Além disso, ele acredita que as tropas americanas deveriam deixar o Iraque.

O Partido Libertário defende a não-interferência do governo em assuntos pessoais e de negócios dos americanos, além de impostos mais baixos, um enxugamento da máquian estatal e mais liberdades individuais.

col/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG