Libertadas 93 pessoas no Hotel Oberoi de Mumbai

Pelo menos 93 pssoas, em sua maioria estrangeiros, foram libertadas na madrugada desta sexta-feira do Hotel Oberoi/Trident de Mumbai, mais de 36 horas depois que o hotel foi atacado por extremistas islamitas, informou a polícia.

AFP |

Os hóspedes, entre os quais um bebê, saíram do hotel depois de uma intervenção da polícia e do exército.

Uma vez libertados, foram levados para hospitais em microônibus da polícia.

Um dos libertados, Muneer Al Mahaj, declarou à imprensa: "Estou com fome e com sede. Quero comer primeiro. Não como há 36 horas. Sobrevivi com biscoitos até que acabaram. Desde ontem não bebo nada".

Terroristas mantém reféns em hotéis de Mumbai

O vice-presidente do grupo hoteleiro Oberoi, S.S. Mukherji, afirmou que havia 200 pessoas presas no hotel.

Invasão a centro judaico

Comandos militares entraram na manhã desta sexta-feira no centro judaico de Mumbai, ocupado por terroristas islâmicos que mantinham vários reféns.

Um grupo de 17 homens desceu de helicóptero sobre o centro judaico, em meio a um intenso tiroteio e a explosões no local.

Segundo testemunhas, um primeiro grupo, de sete comandos, foi deixado pelo helicóptero, que retornou ao centro judaico com mais dez militares.

Os militares tomaram posição nas escadas e nas sacadas do prédio, enquanto explosões e disparos podiam ser ouvidos pela multidão que acompanhava a operação.

Desde o início dos ataques, na quarta-feira, 125 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas.



    Leia tudo sobre: índia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG