Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Libertada jornalista holandesa seqüestrada há uma semana no Afeganistão

Cabul, 7 nov (EFE).- Uma jornalista holandesa que havia sido seqüestrada por um grupo de insurgentes talibãs há uma semana foi libertada hoje na província de Cabul, no Afeganistão, informou uma fonte oficial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência "PAN", a repórter foi libertada por seus seqüestradores no distrito de Surobi sem o pagamento de resgate.

A jornalista estava preparando uma matéria sobre um ataque talibã a um comboio das tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), no qual 10 soldados franceses morreram em agosto, quando foi seqüestrada, acrescentou a fonte, que não quis se identificar.

A identidade da vítima, que foi levada para um lugar seguro, não foi revelada.

Uma fonte da embaixada holandesa confirmou a libertação da jornalista, segundo a "PAN".

Na última segunda-feira, um grupo de homens armados seqüestrou em Cabul um francês e seu motorista e matou um afegão que tentou ajudá-los.

Tanto em Cabul quanto no leste do país foram registrados vários seqüestros durante os últimos anos, alguns deles efetuados pela insurgência talibã e outros por homens desconhecidos.

No dia 1º deste mês, dois voluntários bengaleses que haviam sido seqüestrados na província afegã de Ghazni foram libertados durante uma operação policial. EFE lo/fh/jp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG