Beirute, 30 mai (EFE).- O Governo libanês anunciou hoje a detecção dos primeiros três casos da gripe suína no país, e todos os pacientes já receberam alta, confirmou à Agência Efe o ministro da Saúde libanês, Mohammed Jalife.

Um dos contaminados é libanês e esteve recentemente na Espanha, enquanto os outros dois são uma canadense e filha.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ks/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.