Abu Dhabi, 21 mai (EFE).- O Líbano terá um presidente eleito pelo Parlamento dentro de 24 horas, segundo o acordo assinado hoje em Doha pelas facções da oposição e da maioria parlamentar, anunciou o primeiro-ministro do Catar, o xeque Hamad bin Jassim.

O acordo permite também a formação de um Governo de união nacional e a aprovação da lei eleitoral de 1960.

Além disso, as duas partes se comprometem a "respeitar a soberania do Estado" e a "evitar o uso das armas para atingir objetivos políticos", segundo o xeque Hamad. EFE fa/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.