Letônia leiloa cidade da era soviética por US$ 3 milhões

A Letônia vendeu uma cidade inteira que no passado foi usada como base militar soviética. A cidade deserta, conhecida como Skrunda-1, foi vendida em leilão e arrematada por uma empresa russa, Aleksejevskoje-Serviss, por US$ 3 milhões - cerca de dez vezes o preço esperado, de acordo com autoridades locais.

BBC Brasil |

Ela inclui 45 hectares de terra, dez prédios de apartamentos, duas casas noturnas, um shopping center, um jardim da infância, quartel e uma sauna.

A cidade, 150 quilômetros a oeste de Riga, foi abandonada depois que os soldados russos deixaram a Letônia, em 1994, depois da desintegração da União Soviética.

"É positivo que a propriedade, que está vazia há muito tempo e onde não há atividade econômica, tenha sido vendida", disse a agência de privatizações da Letônia.

Não foi revelado para que será usada a cidade.

Skrunda-1 era um povoado fechado, que não aparecia nos mapas soviéticos porque era usado como base para radares antimísseis.

A base foi demolida no final da década de 90.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG