Leilão em Londres oferece obras do Brasil e de outros países emergentes

Londres, 19 abr (EFE).- Uma casa de leilões de Londres oferecerá ao melhor licitante grandes obras de importantes artistas contemporâneos do grupo de países emergentes, o Bric: Brasil, Rússia, Índia e China.

EFE |

Vários brasileiros terão obras expostas para venda, que ocorrerá nos dias 23 e 24 de abril e reflete o crescente interesse na arte atual procedente de países que têm cada vez mais peso na economia mundial, segundo a casa de leilões promoverá o evento.

Serão oferecidos cerca de 450 lotes que incluem pintura, fotografia e escultura de artistas brasileiros, como Lygia Clark, e nomes internacionais consagrados, como o do pioneiro do construtivismo, o russo Alexander Rodchenko (1891-1956) e o chinês Ai Weiwei, co-desenhista do estádio olímpico de Pequim, conhecido como o Ninho do Pássaro.

Além da escultura metálica "Bicho", de Lygia Clark, também figuram entre obras brasileiras um quadro sem título do tropicalista Hélio Oiticica e outro, "Mauria, Esmeraldo, Pomela, Nascimento, Valdelios e Amildala" (2008), de 'Os Gêmeos' (Otavio e Gustavo Pandolfo), nascidos em São Paulo em 1974.

Também estão presentes na relação de artistas do país a pintora Beatriz Milhazes, Paulo Bruscky, o fotógrafo Sebastião Salgado, o escultor José Zanine Caldas (1919-2001) e Emiliano di Cavalcanti (1897-1976).

sga/dr-dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG