Leilão de artigos de James Brown rende mais de US$ 800 mil

Nova York, 17 jul (EFE).- Mais de 300 objetos que pertenciam ao cantor James Brown, que morreu em 2006, foram vendidos hoje em Nova York em um leilão que superou os US$ 800 mil.

EFE |

Os objetos mostram os quase 50 anos de carreira artística do cantor americano, um ano e meio após sua morte, que ocorreu em 25 de dezembro de 2006, em Atlanta (Geórgia), quando ele tinha 73 anos.

A coleção posta à venda era composta por todo tipo de artigos pertencentes ao músico, desde lembranças de sua infância à mobília de sua casa, passando por uma grande variedade de acessórios, documentos, prêmios, discos de vinil e instrumentos.

"No leilão de hoje, vimos a sala cheia de admiradores e famosos prestando homenagem ao mestre do soul. Foram celebradas todas as facetas da vida e da carreira de James Brown", explicou o especialista de cultura pop da casa de leilões Christie's, Simeon Lipman.

O artigo que conseguiu o maior lance foi uma capa de seda negra com o nome do artista bordado, vendida por US$ 47.500, mais que o dobro do esperado pela casa de leilões.

No segundo lugar do ranking de vendas, aparece um conjunto de três sofás de couro vermelho, que faziam parte da mobília da casa do cantor e que foram vendidos por US$ 40 mil, quando seu preço estimado era de US$ 2 mil.

O artista canadense Paul Shaffer adquiriu por US$ 35 mil outra das capas que Brown também usava em seus shows, uma peça azul com brilhantes.

O artigo que mais surpreendeu os organizadores foi uma pulseira médica de Brown na qual aparece gravada sua condição de diabético e alérgico à penicilina, que superou os US$ 32 mil.

Também foram vendidos vários objetos pessoais do cantor americano, como um poema que ele dedicou ao boxeador Muhammad Ali (comprado pelo lance de US$ 25 mil) e uma fotografia de sua infância (US$ 5 mil).

Além disso, foram vendidos um isqueiro dourado com as iniciais dele (US$ 2 mil) e um boneco com a figura dele, que conseguiu os US$ 750. EFE atc/rb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG