Rio de Janeiro, 22 jun (EFE).- A Marinha entregou hoje aos legistas encarregados da identificação das vítimas do acidente com o Airbus da Air France mais um corpo resgatado do mar, totalizando 50 cadáveres recuperados do total de 228 ocupantes do voo, informaram fontes oficiais.

O corpo foi retirado das águas do Oceano Atlântico na semana passada e foi levado ao Recife pelo navio-tanque "Almirante Gastão Motta", uma das cinco embarcações da Marinha que participam das buscas por vítimas e destroços do avião.

Legistas e peritos da Polícia Federal já identificaram 11 dos 49 corpos analisados até agora.

Dentre os cadáveres identificados, dez são brasileiros, sendo cinco homens e cinco mulheres, além de um estrangeiro do sexo masculino.

Dos 11 corpos identificados, três já foram levados para um cemitério de Recife, que se encarregará de embalsamá-los para poder enviá-los às cidades de origem.

As buscas no local do acidente foram retomadas hoje cedo depois de os aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) que sobrevoam a região terem avistado novos restos da aeronave no domingo.

As Forças Armadas ainda não anunciaram até quando prosseguirão com os trabalhos de resgate, que apresentam cada vez menos resultados. As autoridades analisam com frequência se as atuais condições justificam a continuidade das atividades.

Participam das tarefas aviões, helicópteros e navios de Brasil, França, Espanha e Senegal. EFE cm/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.