Juan Carlos Lecompte, marido da franco-colombiana Ingrid Betancourt, disse que se sentiu traído pela ex-refém das Farc, depois de ter lutado por sua libertação, em entrevista ao jornal espanhol El Mundo.

"Eu me senti traído. Lutei por sua liberdade e mereci um agradecimento que não existiu (...) Fico muito desconcertado, como todas as pessoas que me viram lutando", desabafou, em entrevista publicada pelo suplemento "La otra crónica", de "El Mundo".

O jornal espanhol disse ter entrevistado Lecompte em Bogotá, na companhia de um de seus advogados, poucos dias depois do anúncio de um pedido de divórcio apresentado por Ingrid, que invocou "separação de corpos".

"Voltarei a vê-la, se a vida nos der oportunidade, mas não vou criar uma situação", encerrou Lecompte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.