Lech Walesa desiste de visitar a Venezuela por causa de Chávez

O ex-presidente polonês Lech Walesa desistiu de sua viagem à Venezuela, prevista para esta sexta-feira, depois que o presidente venezuelano Hugo Chávez deu a entender que ele não seria bem-vindo a seu país, anunciou nesta quinta-feira Piotr Gulczynski, colaborador de Walesa.

AFP |

Na véspera, Chávez sugeriu que poderia vetar a entrada de Walesa no país para proteger a "dignidade da Venezuela".

Walesa, líder sindical e prêmio Nobel da Paz, confirmou em uma entrevista ao jornal El Nacional que chegaria à Venezuela na sexta-feira para reuniões com representantes do movimento estudantil e ONGs.

"Nós somos obrigados a fazer respeitar a dignidade da Venezuela. Ele pode dizer isto onde lhe der vontade fora da fronteira venezuelana, mas aqui, dentro da Venezuela, não", declarou Chávez.

O presidente venezuelano se referia a declarações recentes de Walesa, que é muito crítico em relação ao governo de Chávez. O ex-presidente polonês afirmou várias vezes que é preciso apoiar a oposição venezuelana e chamou Chávez de "demagogo" e "populista".

mrm/uh/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG