Lavrov nega que Rússia esteja preparando um conflito

Luxemburgo, 29 abr (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, negou hoje que seu país esteja preparando uma guerra com o reforço das tropas de paz nas regiões separatistas georgianas da Abkhazia e da Ossétia do Sul, mas afirmou que responderá a qualquer uso da força por parte de Tbilisi.

EFE |

"Caso a Geórgia comece a cumprir sua ameaça de empregar a força, seremos obrigados a tomar represálias para proteger a vida de nossos cidadãos", disse Lavrov em entrevista coletiva após se reunir em Luxemburgo com representantes da União Européia.

Moscou anunciou hoje o envio de mais soldados para os contingentes de paz posicionados na Abkhazia e na Ossétia do Sul diante do "aumento do agrupamento de tropas georgianas nas proximidades das áreas de conflito e da ameaça do uso da força", afirma o Ministério da Defesa da Rússia.

Lavrov disse que a Rússia não pretende iniciar uma guerra "em absoluto", e apenas tenta "proteger a vida de cidadãos russos".

Ele acusou os líderes da Geórgia de terem acumulado "em segredo" uma grande quantidade de armamento e garantiu ter "materiais e testemunhas" de supostas violações aéreas.

O ministro russo entregou documentação aos líderes da UE para justificar o reforço de tropas e acredita que este material será "tratado com seriedade". EFE met/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG