Moscou, 1 nov (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, agradeceu hoje à Nicarágua por reconhecer a independência da Ossétia do Sul e da Abkházia, e assegurou que essa decisão contribui para fortalecer a Justiça nos assuntos internacionais.

"Foi um ato de respaldo ao direito dos povos de se desenvolver", acrescentou o chefe da diplomacia russa em entrevista coletiva conjunta com o chanceler da Nicarágua, Samuel Santos López.

Santos López confirmou que o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, visitará em breve Moscou, mas assinalou que faltam detalhes sobre a viagem e a agenda de negociações com o presidente russo, Dmitri Medvedev.

Sobre o reconhecimento das independências da Ossétia do Sul e a Abkházia, o chanceler nicaragüense disse que foi uma decisão "justa e adequada", que permitiu evitar muitas mortes.

A Nicarágua é o único país além da Rússia a reconhecer a independência dessas duas regiões separatistas georgianas. EFE bsi/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.