Tamanho do texto

O presidente Laurent Gbagbo foi designado neste sábado por seu partido, a Frente Popular Marfinense (FPI) candidato à eleição presidencial de 30 de novembro na Costa do Marfim, oito anos depois de sua chegada ao poder, constatou um jornalista da AFP.

"Acabamos, neste dia 30 de agosto de 2008, de designar Laurent Gbagbo como nosso candidato", declarou o presidente do FPI, Pascal Affi N'Guessan, durante o discurso de encerramento de uma convenção extraordinária do partido em Yamoussoukro (centro).

"Precisamos de um guia, de um líder, para que nosso sonho se realize", acrescentou.

"Nossa missão é fazer todo o possível para que Laurent Gbagbo triunfe no dia 30 de novembro", prosseguiu.

Único candidato de seu partido, o chefe de Estado marfinense foi plebiscitado por mais de 3.000 militantes do FPI, entre os quais sua esposa Simone Gbagbo, a segunda vice-presidente do partido.

Laurent Gbagbo deve anunciar oficialmente sua candidatura durante uma cerimônia prevista em outubro, informou N'Guessan à AFP.

No dia 30 de novembro, Gbagbo deverá medir forças com vários candidatos já declarados, entre os quais os dois pesos-pesados da política marfinense, o ex-presidente Henri Konan Bédié e o ex-primeiro-ministro Alassane Ouattara.

fj/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.