Laura Bush pede a Mianmar que aceite ajuda dos EUA

A primeira-dama americana, Laura Bush, solicitou nesta quarta-feira a Mianmar que deixe que as pessoas dos Estados Unidos ajudem com assistência humanitária as vítimas do ciclone Nargis, já que o governo militar birmanês se nega a receber os mantimentos de emergência levados por navios de guerra americanos.

AFP |

A mulher do presidente George W. Bush rejeitou as acusações da mídia estatal birmanesa de que a ajuda humanitária da Marinha americana vem sob "condições".

Laura afirmou que é vital para o país permitir a navegação de navios americanos perto do delta do Irrawaddy, uma das regiões mais afetadas pelo ciclone.

"Não, não há absolutamente nenhuma condição ligada a esta ajuda", disse a primeira-dama, em uma entrevista à rede Voz da América, do Congresso americano, que dispõe de um serviço em birmanês transmitido a Mianmar.

"Quero pedir de novo aos dirigentes militares para que deixem que os Estados Unidos, que as pessoas dos Estados Unidos ajudem, porque podemos ajudar de forma bem sucedida devido ao equipamento que temos disponível", declarou Laura.

A ONU estima que apenas 500.000 das 2,4 milhões de vítimas do ciclone estejam tendo acesso à ajuda humanitária internacional, após duas semanas da passagem do Nargis, que deixou 133.000 mortos e desaparecidos em Mianmar.

mlm/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG