Laura Bush apóia Unesco no combate ao analfabetismo

Nações Unidas, 7 out (EFE).- A primeira-dama dos Estados Unidos, Laura Bush, declarou apoio hoje ao grande trabalho realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação (Unesco) na tentativa de alcançar a meta de reduzir pela metade o analfabetismo no mundo até 2012.

EFE |

Laura foi a convidada de honra no almoço realizado hoje na sede da ONU para revisar os resultados do plano de alfabetização desenvolvido pela Unesco.

"A alfabetização é uma das soluções para nossos grandes problemas", assegurou a primeira-dama americana.

Ela lamentou que ainda "não se tenha alcançado" o objetivo da Unesco de reduzir pela metade o analfabetismo, particularmente em 35 países no mundo, 19 deles na África, onde cerca de 50% da população não sabe ler e escrever.

"Se conseguirmos alfabetizar uma mulher conseguimos que a vida de toda sua família melhore", disse a esposa do presidente dos EUA, George W. Bush.

Por isso, pediu que se redobre o apoio aos novos programas promovidos pela Unesco de combate ao analfabetismo nos locais onde os métodos tradicionais não funcionaram.

"Os programas são fruto da chamada lançada pela Unesco" durante anos do plano de alfabetização, assinalou.

A primeira-dama americana destacou o compromisso de seu país com os programas de alfabetização do organismo das Nações Unidas, ao que forneceu nas últimas semanas US$ 2,5 milhões. EFE jju/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG