Redação Central, 15 ago (EFE).- Após a vitória contra as alemãs Pohl e Rau por 21-18 e 21-14 pelas oitavas-de-final do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos, a jogadora Larissa, que faz dupla com Ana Paula, disse que para ganhar o ouro o Brasil tem que enfrentar qualquer país e não pode escolher adversário.

Os comentários de Larissa são em referência às próximas adversárias das brasileiras nas quartas-de-final, as americanas Walsh e May, atuais campeãs olímpicas e favoritas ao bi em Pequim.

"Não vim aqui para ficar em quinto nem ir para a semifinal. Eu vim para ganhar o ouro. E, para ganhar o ouro, tem que enfrentar qualquer país. Que venha os Estados Unidos, que venha a Alemanha. Eu e a Ana precisávamos passar pelo que passamos para chegar aqui. Sem pensar que ia ser fácil", comentou Larissa ao site do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A jogadora destacou a boa atuação que tiveram contra as alemãs que, para ela, foi o melhor jogo da dupla brasileira no torneio olímpico.

"Estava precisando, não é? Desde o primeiro dia foram muitos desencontros. Hoje, consegui mostrar a Larissa que eu sou. A gente tem que fazer a diferença. Não tem negócio de entrosamento, não.

Para levantar o ouro, tem que levantar ela também", afirmou. EFE rd/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.