belas palavras de Obama ao Irã não são suficientes - Mundo - iG" /

Larijani afirma que belas palavras de Obama ao Irã não são suficientes

O presidente do Parlamento iraniano, Ali Larijani, considerou nesta quarta-feira insuficiente a recente mensagem enviada pelo presidente americano Barack Obama aos dirigentes iranianos, que ele classificou de belas palavras.

AFP |

"Nossa pendência com os Estados Unidos não é de ordem emocional e não pode ser resolvida por felicitações ou por belas palavras", declarou à imprensa Larijani em visita a Najaf, 160 km ao sul de Bagdá, depois de ter se reunido com a mais alta autoridade religiosa xiita do Iraque, o grande aiatolá Ali Sistani, nascido no Irã.

"Nossa divergência já leva trinta anos. Esse país (Estados Unidos) sempre se opôs à República Islâmica do Irã, principalmente durante os oito anos da guerra travada por Saddam Hussein contra o nosso país e que foi estimulada pelos Estados Unidos", acrescentou.

No dia 20 de março, Barack Obama tomou a iniciativa histórica de se dirigir diretamente aos líderes iranianos, a quem pediu um esforço conjunto para superar trinta anos de relações hostis, em uma mensagem divulgada em ocasião do Ano Novo iraniano.

No dia seguinte, o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, pediu que o presidente americano passasse das palavras aos atos.

Nessa manhã, Obama disse que espera "progressos regulares" nas relações bilaterais.

Em Najaf, Larijani criticou o papel dos americanos no Iraque. "Os iraquianos sofreram durante muito tempo com um tirano e os americanos não deveriam desempenhar esse papel agora", ressaltou.

O chefe do Parlamento iraniano, que visitou na terça-feira o mausoléu do imã Ali, genro do profeta e figura emblemática do xiismo, também salientou que as relações entre o Iraque e o Irã eram "históricas e profundas".

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG