Lago chileno volta a encher depois de quase desaparecer

Santiago do Chile, 16 jun (EFE).- O Lago chileno Cachet 2, que perdeu grande volume de água até praticamente esvaziar devido às altas temperaturas entre os últimos dias 6 e 7 de abril, voltou a encher, informou hoje o Centro de Estudos Científicos de Valdivia (CECS) O lago, situado 1.

EFE |

700 quilômetros ao sul de Santiago, em Campo Hielo Norte, havia se esvaziado anteriormente devido às altas temperaturas que passaram de 35 graus centígrados no último verão.

As medições aéreas realizadas pelo CECS em conjunto com especialistas da Direção Geral de Águas, mostraram que o lago de origem glacial voltou a ter seu nível de água quase que normal.

Isso aconteceu apenas depois que o túnel, de oito quilômetros de comprimento, por onde em abril passado escoou em poucas horas 200 bilhões de litros de água, se fechasse novamente.

Medições realizadas em 28 de maio apontaram que atualmente o nível do lago está cinco metros abaixo do normal e cerca de 50 metros acima do nível mínimo que chegou a ter com o esvaziamento.

Segundo o CECS, estas informações confirmariam a hipótese de que o esvaziamento é um fenômeno natural em geleiras durante o verão, período no qual predominam os processos de fusão ligados ao aquecimento que atinge a região. EFE ss/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG