Ladrões levam 100 milhões de dólares de luxuosa joalheria de Paris

A joalheria de luxo Harry Winston de Paris foi alvo de um assalto a mão armada na quinta-feira, executado por três homens que levaram uma quantia avaliada em pelo menos 80 milhões de euros (102 milhões de dólares), segundo balanço atualizado por uma fonte ligada às investigações.

AFP |

A primeira estimativa era de 50 milhões de euros (64 milhões de dólares).

O assalto aconteceu às 17H30 locais, na exclusiva avenida Montaigne, perto de Champs Elysées. A Harry Winston tem entre os clientes grandes fortunas internacionais.

Dois ladrões entraram na loja disfarçados de mulher. Os criminosos tinham informações precisas, já que chamaram alguns funcionários pelos nomes e conheciam alguns lugares onde jóias eram guardadas de maneira discreta.

Sob a ameaça das armas, reuniram 15 pessoas, entre funcionários e clientes, em uma parte da loja antes de se apoderar dos colares, alianças, anéis e outras jóias expostas e fugir.

A polícia interroga nesta sexta-feira várias testemunhas e examina as imagens das câmeras de segurança.

Este é o maior roubo a uma joalheria na França, mas o recorde mundial continua sendo o roubo de diamantes de 100 milhões de euros em 14 de fevereiro de 2003 na Antuérpia (Bélgica).

Para os investigadores, os responsáveis pelo crime seriam "profissionais de alto nível". As buscas devem centrar ladrões conhecidos do país ou de nações do leste europeu.

Pelas características das jóias, estas dificilmente poderão ser transformadas em dinheiro, exceto nos países do leste europeu, que, segundo fontes policiais, se tornaram um novo paraíso para os traficantes.

As jóias perderão parte do valor caso sejam comercializadas, já que para isso terão que ser desmontadas para não serem identificadas, segundo um especialista.

Há pouco mais de um ano, em 6 de outubro de 2007, a mesma joalheria foi alvo de outro assalto, de 20 milhões de euros, segundo as seguradoras.

As seguradoras ofereceram pelo roubo do ano passado uma recompensa de 500.000 dólares a quem fornecesse informações que permitissem recuperar as jóias, mas isto não teve resultados até hoje.

Há duas semanas, um anel com um diamante de 5,5 quilates, com valor estimado de 635.000 euros (806.184 dólares) foi roubado por um casal na joalheria Cartier, que fica a apenas 100 metros da Harry Winston.

pmg/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG