Kuweit frustra plano da Al Qaeda de atacar base dos EUA no país

KUWEIT (Reuters) - O Kuweit afirmou nesta terça-feira que desbaratou um plano relacionado à Al Qaeda de bombardear um acampamento militar norte- americano e outras importantes instalações no país membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Um comunicado do Ministério do Interior informou que todos os seis membros da célula ligada à Al Qaeda confessaram após terem sido presos. Eles não disseram se os alvos incluíam plantas da indústria de petróleo no Kuweit, o quarto maior exportador de petróleo do mundo.

Reuters |

"A segurança do Estado descobriu uma rede terrorista adepta à Al Qaeda que incluía seis cidadãos (kuweitianos) que planejavam realizar um plano de bombardear o campo Arifjan, a sede da segurança do Estado e outras importantes instalações", informou o Ministério.

O campo Arifjan está localizado no sul do Kuweit e serve como uma plataforma para as forças norte-americanas em combate no Iraque.

O Kuweit, o caminho para a invasão do Iraque em 2003 liderada pelos Estados Unidos que expulsou o líder iraquiano Saddam Hussein, continua sendo uma base logística para o Exército norte-americano para apoiar suas tropas no Iraque.

A Al Qaeda empreendeu ataques no Golfo Pérsico nos últimos anos, mas uma repressão severa feita pelos governos da região teve sucesso em diminuir a violência.

(Reportagem de Eman Goma)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG