Os kuwaitianos começaram a eleger neste sábado seu parlamento, o segundo em um ano após a dissolução da Câmara em março após uma profunda crise política entre o governo e os eleitos.

Dezesseis mulheres estão entre os 210 candidatos na disputa pelas 50 cadeiras da Câmara, após uma campanha eleitoral centrada nos meios de superar a crise política no país e recolocar este rico emirado petroleiro do Golfo nos trilhos do desenvolvimento.

oh/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.