Kuwait abrirá embaixada em Bagdá

O governo do Kuwait decidiu enviar um embaixador a Bagdá, dezessete anos depois da invasão sofrida pelo Iraque, informou neste domingo o ministro das Relações Exteriores, Mohamed Sabah al-Salem al-Sabah.

AFP |

O Kuwait espera o mesmo gesto do Iraque, declarou à imprensa o ministro.

A embaixada ficará situada dentro da Zona Verde, bairro sob forte esquema de proteção da capital iraquiana, onde estão a sede do governo e a embaixada dos Estados Unidos.

Os Estados Unidos pressionaram em diversas ocasiões os países árabes para que normalizem suas relações com o Iraque.

Em uma parada na Irlanda a caminho do Oriente Médio, a chefe da diplomacia norte-americana Condolezza Rice fez um pedido aos países árabes sunitas para que cumpram "suas obrigações" com seu vizinho Iraque.

O xeque Mohammed Sabah al-Salem al-Sabah, que ocupa também o posto de vice-primeiro-ministro, rejeitou os rumores de que a decisão kuwaitiana foi conseqüência direta da exigência norte-americana.

"Não precisamos que um estrangeiro nos diga a importância da abertura de uma embaixada em Bagdá", respondeu o ministro, consultado a respeito das declarações de Rice, que fez uma visita surpresa ao Iraque neste domingo.

oh/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG