Kouchner diz que sinais de retirada russa são animadores, mas insuficientes

Paris, 21 ago (EFE).- O ministro de Exteriores francês, Bernard Kouchner, qualificou hoje de animadores, mas insuficientes, os sinais de retirada das tropas russas da Geórgia, e insistiu em que a saída deve ser completada.

EFE |

De Moscou, foi anunciada a saída de uma coluna militar russa da região separatista georgiana da Ossétia do Sul rumo à república russa da Ossétia do Norte, assim como a retirada de unidades do Exército da Rússia que tinham entrado na zona de conflito na Geórgia.

Foram observados ontem e hoje "sinais animadores, mas insuficientes", disse o ministro de Exteriores francês à imprensa local, após o Conselho de Ministros.

Ao lembrar que o presidente russo, Dmitri Medvedev, prometeu ao chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy, que a retirada terminará entre hoje e amanhã, o ministro insistiu na necessidade de que "os russos cumpram sua palavra".

O Palácio do Eliseu anunciou há dois dias que Medvedev disse a Sarkozy que a retirada será completada hoje e sexta-feira, exceto 500 efetivos encarregados de colocar em prática as medidas "adicionais de segurança" previstas no ponto 5 do acordo alcançado no dia 12.

Sarkozy, cujo país está na Presidência da União Européia (UE) este semestre, intermediou para que fosse alcançado esse acordo de cessar-fogo, que prevê, entre outros pontos, a retirada das tropas russas e georgianas até suas posições anteriores à explosão das hostilidades, em 7 de agosto.

O ponto 5 do acordo, que foi assinado por Rússia e Geórgia, prevê medidas de segurança adicionais nas proximidades imediatas da região separatista da Ossétia do Sul, à espera do estabelecimento de um mecanismo internacional. EFE al/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG