PRISTINA - O Kosovo expressou satisfação hoje com os http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/10/10/servia_expulsa_embaixador_macedonio_apos_reconhecimento_do_kosovo_2015990.html target=_topreconhecimentos de sua autoproclamada independência em fevereiro recebidos na quinta-feira por parte dos países vizinhos Montenegro e Macedônia.

O presidente kosovar, Fatmir Sejdiu, disse que os reconhecimentos aprofundarão a cooperação com os dois países e contribuirão para fortalecer a estabilidade e a paz na região.

"Hoje, mantive conversas cordiais com os presidentes de Montenegro, Filip Vujanovic, e da Macedônia, Branko Crvenkovski", disse Sejdiu.

"Expressei nosso profundo agradecimento por terem reconhecido a soberania do Kosovo, assim como nossa vontade de ampliar as relações (com eles)", acrescentou o chefe de Estado kosovar.

Sejdiu afirmou que, com essas decisões, fechou-se um "ciclo de reconhecimentos por parte de vizinhos", que confirma um "claro posicionamento da região".

O primeiro-ministro kosovar, Hashem Thaçi, disse que as decisões de Montenegro e Macedônia "reforçam a paz, a estabilidade, a cooperação regional e facilitam a integração de nossos países na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e na União Européia (UE)".

O Parlamento de Pristina também aprovou os novos reconhecimentos, sobre os quais a imprensa nacional noticiou amplamente na primeira página.

O Kosovo é o maior mercado de exportação para a Macedônia e a maior fonte de turistas para Montenegro.

De forma coordenada, esses dois Estados balcânicos decidiram na quinta-feira reconhecer a soberania kosovar, apesar da rejeição da Sérvia, que continua considerando esse território como sua província inalienável.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.