Direito à existência de Israel é essencial para política alemã - Mundo - iG" /

Kohler: Direito à existência de Israel é essencial para política alemã

(Embargada até as 19h de Brasília) Berlim, 7 mai (EFE).- O presidente da Alemanha, Horst Kohler, afirma que o direito à existência do Estado de Israel é e continuará sendo um elemento fundamental da política alemã.

EFE |

Por ocasião do 60º aniversário da fundação de Israel, que será comemorado amanhã, Kohler enviou um comunicado no qual citou o compromisso da Alemanha com o Estado judeu "no passado e no futuro".

Desta forma, Kohler anunciou a criação de um fórum comum, em colaboração com o presidente de Israel, Shimon Peres, para aproximar jovens alemães e israelenses.

"Queremos reforçar a base de nossas relações, já estreitas entre si, e consolidá-las para o futuro", explicou Kohler, para quem essas relações "se baseiam na confiança", apesar dos crimes do Holocausto e dos "milhares de assassinatos de judeus realizados pela Alemanha".

O presidente alemão destacou que não se deve "olhar para o outro lado", e que é preciso manter viva a memória, e continuar passando-a adiante, elevando a voz contra a negação do Holocausto, a intolerância, o racismo e o anti-semitismo.

Kohler disse esperar que haja "vida judia" de novo na Alemanha, já que, segundo ele, "o povo constituiu um dos componentes básicos da cultura alemã durante séculos".

O chefe de Estado alemão afirmou que seu país está comprometido com o direito dos israelenses a viver em paz e segurança, e que considera básico o fim da violência no Oriente Médio.

"O caminho para a paz passa por uma solução de dois Estados, que garanta a existência e a segurança de Israel e que inclua um Estado palestino viável, com fronteiras reconhecidas e uma boa relação de vizinhança com os israelenses", acrescentou. EFE nvm/wr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG