Kirk e Michael Douglas doam anfiteatro virtual no Muro das Lamentações

Jerusalém, 22 abr (EFE).- O veterano ator Kirk Douglas, e seu não menos famoso filho Michael, financiarão a construção de um luxuoso anfiteatro em frente ao Muro das Lamentações no qual se contará a história judia por meio de tecnologia digital.

EFE |

O anfiteatro fará parte de um novo museu que está sendo construído na Cidade Antiga de Jerusalém em frente ao santuário mais importante para o judaísmo, e será dedicado a narrar a história deste povo desde os dias do patriarca Abraão, informa hoje o jornal "Yedioth Ahronoth".

Em uma seção especial será erguida uma maquete gigantesca do Templo de Jerusalém, destruído em 70 d.C. quando os romanos conquistaram o reino da Judéia e aboliram o Governo autônomo.

O projeto custará US$ 20 milhões e entre os doadores mais importantes estão os dois atores de Hollywood, segundo o jornal.

Kirk Douglas, que atuou em mais de 70 filmes, entre eles "Spartacus", é filho de pais judeus.

Em meados dos anos 90, após um acidente de helicóptero, o ator redescobriu suas raízes judias e começou a estudar literatura religiosa e restabelecer um vínculo com o judaísmo que tinha abandonado quando era jovem e seus pais e professores queriam que estudasse para ser rabino.

No anfiteatro será exibido um filme em 3D sobre a história judia e o templo, no qual os espectadores poderão sentir os cheiros de Jerusalém de há dois mil anos e dos sacrifícios de animais que eram feitos no templo bíblico.

O filme será projetado sobre uma tela gigantesca de um vidro especial através do qual se verá o Muro das Lamentações. EFE elb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG