Kiribati pede ajuda internacional para fugir de aumento do nível do mar

Sydney - O presidente de Kiribati, Anote Tong, pediu hoje à comunidade internacional que o ajude a situar seus cidadãos diante da ameaça de desaparecimento desta pequena nação do Pacífico Sul por causa do aumento do nível do mar, informou hoje a imprensa neozelandesa.

EFE |

Tong disse que comunidades inteiras já foram deslocadas e que muitas colheitas foram perdidas por causa do aumento do nível do mar, causado pelos efeitos da mudança climática.

"A Nova Zelândia foi a única nação do mundo que respondeu afirmativamente a nosso pedido", declarou o presidente, que está em visita oficial neste país.

Além disso, destacou a necessidade de deslocar a população de Kiribati a médio prazo, já que "muitas famílias já estão com suas casas sob as águas do mar".

Tong previu que, no pior dos casos, Kiribati será engolido pelo mar antes do final deste século e todos os seus habitantes terão que ir para outros países.

Além disso, explicou que em pouco tempo as ilhas que formam o arquipélago estarão sob as águas, e que já não se tratará de uma questão de crescimento econômico, mas de sobrevivência humana.

O governo da Nova Zelândia assinou na semana passada um acordo bilateral com o Executivo de Kiribati por meio do qual dobra suas ajudas nos próximos cinco anos para combater os efeitos da mudança climática.

Leia mais sobre: aquecimento global

    Leia tudo sobre: aquecimento global

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG