Kirchner renuncia à presidência do partido peronista

BUENOS AIRES (Reuters) - O ex-presidente argentino Néstor Kirchner renunciou nesta segunda-feira à presidência do partido peronista, atualmente no governo, depois da derrota nas eleições legislativas de domingo. Um porta-voz do governo argentino, que também informa habitualmente sobre as atividades partidárias de Kirchner, disse à Reuters que Daniel Scioli, governador da província de Buenos Aires, vai assumir o comando da legenda.

Reuters |

Scioli também foi derrotado na eleição que renovou metade das cadeiras da Câmara dos Deputados e um terço do Senado da Argentina.

Kirchner, considerado o homem forte do governo liderado por sua mulher, a presidente Cristina Kirchner, perdeu a disputa por uma vaga de deputado pela província de Buenos Aires por uma pequena margem.

O vencedor foi o empresário Francisco De Narváez, líder de uma corrente dissidente do peronismo.

(Reportagem de Lucas Bergman e Guido Nejamkis)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG